Conheça as normas de prevenção de incêndios em estruturas de concreto pré-fabricado

Todo material estrutural, independentemente de sua natureza, perde resistência e módulo de elasticidade quando submetido a temperaturas elevadas. Em caso de incêndio, o risco de colapso parcial ou total existe, demandando, dos projetistas, soluções de dimensionamento capazes de elevar o nível de segurança dessas estruturas.

O concreto endurecido é um material incombustível e de baixa condutividade térmica. No entanto, quando exposto ao fogo por um determinado período de tempo, pode fissurar e lascar (spalling), aumentando a suscetibilidade de exposição da armadura ao calor.

No caso das estruturas de concreto pré-fabricado, o tema é contemplado nas normas ABNT NBR 9062:2017 – Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado e ABNT NBR 16.475:2017 – Painéis de parede de concreto pré-moldado – Requisitos e procedimentos. Essas normas estabelecem critérios e parâmetros de dimensionamento, inclusive para elementos como lajes alveolares e painéis maciços de concreto.

Para o dimensionamento dos pilares e vigas em concreto pré-moldado, a estrutura como um todo deve ser projetada atendendo aos requisitos das seguintes normas:

  • ABNT NBR 14.432:2001 – Exigências de resistência ao fogo de elementos construtivos de edificações – Procedimento
  • ABNT NBR 15.200:2012 – Projeto de estruturas de concreto em situação de incêndio
  • ABNT NBR 8681:2003 – Ações e segurança nas estruturas – Procedimento
  • ABNT NBR 6118:2014 – Projeto de estruturas de concreto – Procedimento

Precisando de laudo técnico em engenharia? Entre em contato com a EngeFácil e peça um orçamento grátis. Ligue (41) 3109-7676 ou (41) 99286-4433.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *